Posts

Como foi o Workshop Jardins de Chuva nas Cidades: Teoria, Visita e Reflexões

No dia 23 de março, ocorreu um evento marcante: o Workshop e Visita Técnica intitulado “Jardins de Chuva nas Cidades: Teoria, Visita e Reflexões”. Atendendo a pedidos de interessados, decidimos abrir o curso online e para nossa grata surpresa, contamos com a participação de pessoas não apenas do Brasil, mas também do exterior.

Para aqueles que puderam estar presentes em São Paulo para o curso presencial, foi uma oportunidade enriquecedora de imersão, onde tivemos a chance de interagir pessoalmente e trocar experiências com profissionais engajados em projetar jardins de chuva em todo o país.

Pela manhã, desfrutamos de diversas apresentações que abordaram conceitos, exemplos, referências e inspirações, contando com a contribuição de nomes como Guilherme Castagna e Thais Pimenta da Fluxus, Nik Sabey do @novasarvoresporai, Fernando Sassioto da @OS3Arquitetura, Cintia Dotto da prefeitura de Melbourne e Li Faria e Silva da @EscoladaCidade.

Após a parte teórica, os participantes tiveram a oportunidade de colocar em prática o conhecimento adquirido durante o curso, participando de um ateliê e esclarecendo dúvidas remanescentes. Os participantes online também se envolveram em um projeto real de uma das participantes em Recife, com orientação direta de Guilherme.

Na parte da tarde, para os participantes presentes em São Paulo, realizamos uma visita técnica para explorar três áreas da cidade que possuem jardins de chuva, desde aqueles já estabelecidos até os que estão em fase de implantação. A chuva, de forma providencial, abençoou todo o período da visita, proporcionando aos participantes a chance de observar na prática o funcionamento dos jardins, entender de perto as problemáticas apresentadas e discutir maneiras de contornar os desafios na implantação de jardins em espaços públicos, bem como aprimorar sua eficiência.

Os participantes saíram satisfeitos e ansiosos por mais conhecimento, solicitando um curso de aprofundamento. Estamos iniciando os preparativos para este curso, que será desenvolvido em um formato prolongado de estudo e prática, com encontros nos finais de semana e, provavelmente, com atividades práticas.

Se você ficou de fora dessa experiência incrível, por que não se junta a esta turma maravilhosa que se formou? Se a ideia agrada, compartilhe conosco!

Compartilhe:

Jardins de Chuva nas Cidades – Live 4

Queridos amigos e entusiastas da sustentabilidade urbana,

Na próxima quinta-feira, dia 14 de março, às 19 horas (horário de Brasília), estamos preparando nossa Live#4, a última transmissão em antecipação ao tão aguardado curso do dia 23 de março: Jardins de Chuva nas Cidades. O curso será presencial, mas quem está longe poderá optar por fazê-lo de modo online, pois iremos transmití-lo ao vivo, assim, ninguém fica de fora!

Para encerrar com chave de ouro, nossa última convidada, para fazer esse fechamento é a Cintia Dotto, líder do programa de Cidades Sensíveis à Água (WSUD) na Prefeitura de Melbourne (Austrália), que vai compartilhar sua experiência de como tem sido aplicar esse conceito na cidade de Melbourne, uma cidade que já tem mais de 15 anos de história em que a Água passa a receber um outro olhar inserido no desenho urbano.

Não fique de fora desta oportunidade única!

A live acontecerá pelo Instagram da Fluxus, dia 14/03 (quinta), as 19:00h

Cintia Dotto trará insights valiosos que também serão abordados em nosso curso. Marque presença nesta quinta-feira para uma amostra do que está por vir.

E lembre-se, as inscrições para o curso do dia 23/03 continuam abertas e agora também oferecemos a opção de participação online. Não importa onde você esteja, você pode se juntar a nós nessa jornada. Vamos lá!

Ainda não garantiu sua participação?

Clique no link do evento e faça a sua incrição: Jardins de Chuva nas Cidades – Teoria, visitas e reflexões

Contamos com a sua presença! 🌱🌍

Compartilhe:

Jardins de Chuva – Live e Curso Presencial

Quer aprender sobre Jardins de Chuva? Então vem com a gente, pois a Fluxus está trazendo uma série de lives, e mais um workshop que acontecerá em São Paulo, no dia 23 de março – JARDINS DE CHUVA NAS CIDADES: TEORIA, VISITA E REFLEXÕES.

O evento teve início em dezembro de 2023, com um encontro presencial entre especialistas da área, e o lançamento da cartilha “Guia Prático de Jardins de Chuva nas Cidades”, da SOS Mata Atlântica e do Instituto Nova Água em uma roda de conversa presencial e aberta para o público. O evento foi um sucesso!

Em preparação para a realização do encontro do dia 23/Mar vamos promover 4 lives transmitidas em nosso canal do Instagram: @fluxus.eco.br

Os encontros começaram no dia 22 de fevereiro, em uma live com a presença de Guilherme Castagna e Fernando Sassioto, abordando o tema da importância do detalhamento de projetos na implantação de jardins de chuva. Se você perdeu este encontro, ele está disponível no Instagram da Fluxus, no link: https://www.instagram.com/reel/C3qsxwutflp/

O próximo encontro acontecerá no dia 29 de fevereiro (quinta-feira), com Guilherme Castagna e Nik Sabey (Novas Árvores por Aí) que trará o tema “seleção de plantas”, fundamental para o sucesso do seu Jardim de Chuva. A transmissão será feita pelo Instagram da Fluxus e começa às 19:00 h.

Os próximos encontros estão agendados assim:

. 7 de março, com Guilherme Castagna e Thais Pimenta, arquiteta urbanista integrante da equipe da Fluxus, com uma conversa sobre planejamento urbano e jardins de chuva.

. 14 de março, com Guilherme Castagna e Cinthia Dotto (líder de projetos de Cidades Sensíveis à Água na prefeitura de Melbourne), em uma conversa sobre o programa de jardins de chuva da prefeitura (de Melbourne, Austrália).

O Workshop “Jardins de Chuva Nas Cidades: Teoria, Visita e Reflexões” acontecerá na Escola da Cidade, São Paulo. Das 8:30 às 17:00, com parada para almoço e seguido de happy hour.

A boa notícia é que abrimos vagas para a participação online para o workshop no período da manhã, junto às inscrições para participação presencial, que envolvem o workshop e uma visita técnica com os projetistas e co-responsáveis pela implantação dos 3 jardins visitados. Uma oportunidade única de aprender na teoria e na prática, imperdível!

A programação completa do dia você pode acessar através do link: https://www.sympla.com.br/evento/jardins-de-chuva-nas-cidades-teoria-visita-e-reflexoes. A aquisição dos ingressos para o workshop (online ou presencial) também pode ser feita por este mesmo link.

Nos vemos em breve!

Compartilhe:

Curso Gestão das Águas na Propriedade Rural

A Fluxus foi convidada pelo Projeto Conexão Mata Atlântica para desenvolver um curso presencial sobre Manejo Integrado de Água, desenvolvido em 4 módulos, na cidade de São Luiz do Paraitinga/SP.

O objetivo é ampliar o olhar sobre a paisagem que ocupamos a partir do manejo integrado das águas na propriedade – das águas que entram, das águas que saem, das águas que passam…

O curso será realizado em 4 módulos:

1º módulo – Design permacultural da água na propriedade
Data: 11/maio/23 – Horário: 8h as 17h
Local: Sítio Santa Terezinha (Maria Helena)
São Luiz do Paraitinga
Link do GPS: https://maps.app.goo.gl/RXEWp695iDf22M3W8

2º módulo – Manejo da água da chuva na paisagem – data: 28 de junho
3º módulo – Abastecimento: da casa, dos animais, das áreas produtivas – data: 10 de agosto
4º módulo – Tratamentos de esgoto – data: 21 de setembro

ATENÇÃO:

  1. A inscrição será realizada para o curso, ou seja, contamos com a participação todos os módulos.
  2. As vagas são limitadas a 30 participantes.

O QUE LEVAR?

  1. Lanche para nosso café coletivo
  2. Utensílios pessoais: pratos, copo, talheres
  3. Chapéu, protetor solar, garrafa de água, bota – para atividades práticas

Faça sua inscrição pelo no link: https://forms.gle/ZZwmRsvpJCaDEP2U7

Atividade realizada pela Associação Biodinâmica/Akarui.

Compartilhe:

Você sabia que a Fluxus oferece Consultoria Online?

A Fluxus entende que a Água é um elemento essencial à vida, presente em todos os seus estágios, nas mais diversas formas e locais, ajudando a todos em seus caminhos e caminhares.  Dentre os diversos serviços que a Fluxus oferece sobre o Manejo Integrado de Água, a consultoria online é mais do que um simples serviço técnico de orientação e aconselhamento. Nós oferecemos um novo olhar para a água, que leva em consideração não apenas as necessidades humanas, mas também as necessidades ecológicas e as limitações do ambiente.

Nosso objetivo é oferecer um serviço personalizado, que atenda às demandas específicas de cada cliente e propriedade, com consultores prontos para identificar problemas e propor soluções inovadoras e adequadas às suas necessidades.

O que é uma consultoria online?

Na consultoria online nossos consultores fornecem orientação e aconselhamento através de conversas por aplicativo e chamadas de videoconferência. É uma forma bastante ágil e prática de sanar dúvidas, receber orientações e receber aquela ajuda que você precisa para dar andamento no seu projeto. Por ser online, traz a comodidade de poder ser realizada em qualquer hora ou lugar.

Para quem é este serviço?

  • Escritórios de arquitetura com enfoque em sustentabilidade: auxiliamos na elaboração, brainstorm, conceituação e revisão de projetos arquitetônicos que incorporem soluções relacionadas às Águas, contribuindo para a construção de edifícios mais sustentáveis e conscientes.
  • Escritórios de engenharia: oferecemos orientação técnica especializada para a implementação de soluções sustentáveis de gestão integrada da Água em projetos técnicos, garantindo a eficiência e a qualidade das soluções propostas.
  • Proprietários de residências que estejam reformando ou construindo a própria casa e queiram tirar dúvidas para fazer o tratamento do esgoto da propriedade e/ou captação de água de chuva, por exemplo.
  • Estudantes interessados no tema, que queiram trocar informações com profissionais que atuam na área há mais de 10 anos.

Em quais áreas podemos te ajudar?

  • Saneamento ecológico / Esgoto como fonte de recursos: por meio de práticas sustentáveis de tratamento de esgoto, é possível obter recursos valiosos, como água, nutrientes e biogás, que podem ser reutilizados na propriedade ou área de atuação.
  • Aproveitamento de água de chuva: uma solução simples e eficiente para a captação e utilização de água, garantindo uma fonte alternativa para diversas finalidades, como a irrigação, a limpeza e até mesmo para o consumo humano, a depender do contexto.
  • Manejo de água de chuva na paisagem – propriedades rurais: o manejo de água de chuva na paisagem contribui para a conservação do solo e da biodiversidade, além de aumentar a disponibilidade de água no local e reduzir danos como erosões, assoreamentos e arraste de terra.
  • Drenagem sustentável – propriedades urbanas: uma alternativa mais eficiente e ecológica para o manejo de águas pluviais em áreas urbanas, contribuindo para a redução de enchentes e inundações, além de preservar a qualidade da água e a integridade do ambiente.
  • Abastecimento potável ou não-potável com fontes locais: por meio de práticas de captação e tratamento de água, é possível garantir um abastecimento de qualidade  para as necessidades da propriedade, sem depender exclusivamente de fontes externas ou mesmo se tornando independente delas.

Nossa consultoria online atende a uma ampla variedade de demandas e públicos, garantindo soluções inovadoras e personalizadas para cada cliente. Atendemos projetos em pequena, média e grande escala, em espaços urbanos ou rurais, residenciais ou industriais. Nosso objetivo é ajudar a criar uma cultura coletiva de cuidado com a Água, reverberando essa visão para as futuras gerações.

Se você está procurando maneiras mais sustentáveis e conscientes de gerenciar a Água, conte com a Fluxus! Entre em contato conosco e descubra como nossos serviços podem ajudá-lo a implementar melhores práticas na gestão e cuidado com a Água.

Fale conosco em:

Instagram: @fluxus.eco.br

Email: contato@fluxus.eco.br

Telefone: (11) 5026-1554

Compartilhe:

TEDx Jurubatuba – Especial Dez/2022

Muitos de vocês já devem ter ouvido falar das TED Talks – palestras rápidas e inspiradoras oferecidas por pessoas que tenham um profundo envolvimento com um tema central que age como pano de fundo para todos os oradores.

Nove anos já se passaram desde que Guilherme Castagna ofereceu uma fala no TEDx 2.0 Cidades Sustentáveis, em São Paulo, sob o tema “Água, chuva, esgoto, e meu sonho de nadar no Tietê”. E agora, para fechar o ano 2022, convidamos para o TEDx Jurubatuba que acontece no dia 20/Dez em São Paulo, parceiros e parceiras que também acreditam no poder de impacto global das ações locais que emergem em nossa sociedade.

O encontro presencial tem apenas 100 vagas, com ingressos a venda pela plataforma Sympla até o dia 19/Dez.

Confira no Instagram @TEDX JURUBATUBA o nome de cada palestrante convidado para contar sua história de afeto pela lugar onde vivemos – cheio de parceiros nossos com quem temos tido o prazer, alegria e honra de trabalhar e conviver ao longo dos últimos tantos anos.

E pra encerrar com chave de ouro, todos inscritos no evento serão contemplados em primeira mão com um livro sobre os doze anos do projeto Rios e Ruas, escrito por João Prata.

. Data do evento: 20/dez/20222
. Horário: 14:00 às 18:00 h (horário de Brasília)
. Local: Learning Village – Rua Harmonia, 1250 – Vila Madalena, São Paulo – SP, 05435-001

Cronograma
13:00 – 14:00: Identificação e Credenciamento
14:00: Início do evento
14:05 – 15:40: Primeiro Bloco
15:40 – 16:00: Pausa e Coffee Break
16:00 – 18:00: Segundo Bloco
18:00: Fim do evento

– Todo o evento será gravado para posterior disponibilização gratuita das palestras individuais nos canais oficias do TEDx.

Ingressos em: https://www.sympla.com.br/evento/tedxjurubatuba/1811947

Ajude a divulgar entre os seus, e se puder, chegue junto!

Compartilhe:

Apresentação internacional com Citymakers Global, em 16/Out

Mais uma vez junto com Citymakers (via Kika Yang)

DOMINGO, 16 DE OUTUBRO DE 2022, 9hs (hr de Brasília)

Três facilitadores locais, múltiplas histórias inspiradoras de conexão e regeneração com a Água!

Casos em destaque:

Guilherme Castagna apresentará um encontro realizado recentemente no Brasil, em parceria com o Goethe Institute São Paulo, trabalhando em um bairro urbano local para diagnosticar e sonhar em como redesenhar uma praça pública com, e para água. Explorará também o caso de uma comunidade localizada no Alentejo, em Portugal, que iniciou um plano de transição da dependência total de poços profundos para abastecimento para uma paisagem exuberante criada com fontes de água domésticas: águas pluviais e águas cinzas.

Ani Kodjabasheva vem mostrar algumas das conquistas da The Collective Foundation unindo a sociedade civil, o setor privado, especialistas, ONGs, artistas e voluntários para transformar as margens do rio outrora abandonadas de Sofia em um vibrante espaço público reconectado à cidade. Batizado de Rivers of Sofia, o projeto é finalista do New European Bauhaus Prizes 2022 e ganhou o European Heritage Award/Europa Nostra Award 2022.

A Dra. Eva Sternfeld completa o círculo nos dando uma perspectiva da abordagem atual da gestão da água na China. Sinóloga e geógrafa de formação, sua pesquisa sobre o meio ambiente da China começou em 1980 e, nos anos 90, concentrou sua pesquisa de doutorado na crise hídrica em Pequim e nas políticas relacionadas à gestão da água. Por seis anos, coordenadora do Centro de Estudos Culturais em Ciência e Tecnologia da TU Berlin, desde 2018 ela mora novamente em Pequim e trabalha como consultora científica do Centro Agrícola Sino-Alemão.

Evento Online, com entrada gratuita através deste link do Zoom: https://lnkd.in/dDaq9UT7

ID da reunião: 858 1576 6460

Senha: 847504

Compartilhe:

Lançamento da vídeo-aula de Aproveitamento de Água de Chuva no Dia da Água (22/Mar)

A Água é um presente do Céu à Terra. É ela que traz vida, movimento, fluidez, limpeza, abundância, conforto, leveza. Toda a Natureza celebra sua chegada, festeja com toda beleza que ela trás e se revigora!

Em tempos antigos, ou ainda hoje se considerarmos os povos mais ligados à terra, a chuva também era celebrada pelos humanos. Relacionavam as chuvas a divindades e cultuavam-nas. Tlaloc era o deus da chuva na cultura Asteca; Chi Sung Tzu estava presente na cultura chinesa; Agnikumara era quem controlava as chuvas para os povos hindus; os incas veneravam a Ilyapa e os maias, a Chiccan. Na Mesopotânia a deusa An era a criadora do universo e responsável pelas chuvas, para os Navarros o deus Tonenili controlava as chuvas e o deus Tienoltsodi distribuía esta água doce pela Terra. Estes são apenas alguns exemplos de centenas de deuses relacionados à chuva, mundo afora. 

Para os Navarros, um deus era responsável por distribuir a água pela Terra, isto reflete o quão importante era, para eles, esta distribuição, pois se ela fosse mal feita ocasionaria escassez e colocaria a todos em risco de morte. Os povos antigos, sabendo das dificuldades que uma eventual escassez de água traria, usavam estratégias para reter a água da chuva que lhes era ofertada pelos Céus. Como um presente, aquela água não poderia ser descartada ou simplesmente mandada embora – deveria ser valorizada e aproveitada ao máximo, com gratidão!

Cisterna em Jerusalém, cerca de 950 a. C.

No entanto, com o passar do tempo e o distanciamento do homem da Natureza, foi-se perdendo a noção da importância que a Água tem para nossas vidas. A Água deixou de ser percebida em seus ciclos e passou a ser notada apenas quando sai (ou deixa de sair) das torneiras. Passou a ser vista como algo trivial, não mais se reconhecendo o presente que ela é.

As cidades e as casas passaram a ser planejadas para mandar para longe a água da chuva, os rios foram cobertos e a água passou a ser algo distante da vida humana. O homem passou a se deparar com a água, no seu modo natural, apenas quando a chuva aparece, e a chuva passou a ser vista como um atrapalhamento, um desconforto. Os ciclos sumiram, as cidades secaram! Quem sabe se não são os deuses das chuvas tentando mostrar para nós, humanos, o valor que a água tem?

Se forem os deuses se manifestando, eles estão tendo bons resultados! Nos últimos anos a população, de modo geral, vem se atentando mais às questões que envolvem o cuidado e aproveitamento respeitoso das águas. O poder público vem, a passos lentos mas consistentes, liberando e incentivando a captação de água da chuva. O mundo vem percebendo a importância deste tema! E a Fluxus, há tempos, vem levantando esta bandeira!

E hoje, com grande alegria, trazemos mais uma iniciativa que nasce da parceria entre Guilherme Castagna e Caio Ferraz, o Instituto Nova Água

Já na sua inauguração um presente é trazido para todos nós: o vídeo “O que é preciso considerar para desenvolver um projeto de captação e aproveitamento de água de chuva” e uma cartilha chamada “Guia Prático para captação e aproveitamento de água de chuva”, que apoia o vídeo trazendo um aprofundamento teórico sobre dimensionamentos, equipamentos e assuntos necessários para se desenvolver um bom projeto.

Imagem ilustrativa do vídeo.

Com este material você vai aprender os princípios básicos para pensar um sistema de captação e aproveitamento de água de chuva. Vai ficar mais fácil entender a importância dos ciclos das chuvas na sua região, assim como conceitos sobre dimensionamento de cisterna e reservatório elevado, bombas, filtros e equipamentos de desinfecção; quais são as escolhas mais adequadas para cada caso, os cuidados necessários para que se tenha uma água de boa qualidade e, também, para que se faça um uso sem desperdício desta Água!

Agradecemos ao Sesc Vila Mariana pelo apoio e pela parceria! O vídeo foi produzido como parte da programação em Educação para Sustentabilidade do SESC Vila Mariana.

Acompanhe também os canais do Instituto Nova Água

Conheça mais sobre o trabalho de Caio Ferraz e da Meridiano Filmes

Feliz Dia Mundial da Água!

Compartilhe:

Reservatórios Construídos com Materiais Alternativos

Já pensou em construir reservatórios com placas de pedras ou em madeira com capacidade para 500.000 litros, executados em 2 dias? Ou mesmo torres e reservatórios em formatos não-convencionais, em ferrocimento e outras técnicas?

Então, vem com a gente nesta quarta, dia 05/maio!

A convite da Fluxus, o Prof. Márcio Andrade fará conosco uma viagem ao longo de seus mais de 30 anos de experiência projetando e construindo reservatórios em todo o Brasil, com materiais diversos, em projetos de escalas variadas – de comunidades tradicionais de agricultores do sertão à empreendimentos comerciais de grande porte.

Márcio Andrade é atualmente pesquisador no Laboratório de Análise Ambiental (LAAm) da UFSC. Atuou como Responsável Técnico pelo Projeto Ferrocimento (UFC), foi pesquisador do LabEEE (UFSC) e professor do Curso de Especialização em Educação do Campo e Desenvolvimento Territorial (UFSC).

A mediação será feita por Guilherme Castagna, da Fluxus.

Dia: 05/maio/2021, quarta-feira
Horário: 19:30 h (hora de Brasília, -3GMT)
Local: canal da Fluxus no YouTube – https://bit.ly/fluxus_youtube

Traga pipoca! E repasse para os amigos interessados!

Compartilhe:

Comaru – Cooperativa Mista dos Produtores Extrativistas do Rio Iratapuru (2019 – 2021)

Compartilhe:

Portfolio Items