Posts

Fluxus, IPESA e Meridiano Filmes lançam vídeo educativo que ensina comunidades a construírem biodigestores

Produção ensina passo a passo desta tecnologia que trata esgoto e produz biogás

Para dar mais autonomia a comunidades sem atendimento de sistemas de tratamento de esgoto, de áreas rurais e urbanas, o IPESA –  Instituto de Projetos e Pesquisas Socioambientais – acaba de lançar  um vídeo educativo em que apresenta em detalhes a metodologia para a construção de biodigestores.

O material, produzido em parceria com a Fluxus Design Ecológico, a Meridiano Filmes e o Instituto Camargo Corrêa, busca democratizar essa tecnologia social acessível e de fácil construção.  “Precisamos de soluções que beneficiem comunidades isoladas, onde mesmo com esforço dos governos o sistema público de tratamento de esgoto não chega. O sistema permite também uma importante economia na compra de gás de cozinha”, diz Paola Samora, presidenta e fundadora do IPESA.

Conforme explicou Paola, o vídeo complementa a cartilha “Manejo da Água” produzida com a mesma finalidade. “Trata-se de um guia prático ilustrado que apresenta formas inteligentes de lidar com a água em nossas moradias, com especial atenção às tecnologias de purificação de águas servidas, que transformam o esgoto em fonte de recursos”, explica.

OS PARCEIROS

O engenheiro e permacultor Guilherme Castagna, da Fluxus Design Ecológico, parceiro do IPESA, foi responsável por desenvolver o sistema no projeto “Manejo da Água” e lembra que o  acesso à água de qualidade para todos continua sendo um desafio no Brasil. “Apesar de 75% do planeta Terra ser constituído por água, 97% dela não pode ser consumida por ser salgada e o restante ou está congelada ou  concentrada no subsolo. Isso significa que os reservatórios que abastecem residências, indústria e agricultura correspondem a menos de 1% do total, sobrando pouco para consumo próprio”, complementa.

Segundo a Agência Nacional de Águas (ANA), mais de 35 milhões de pessoas ainda não têm acesso à água tratada e há uma perda média de 37% no sistema de abastecimento.

Miro de Oliveira, pedreiro capacitado pelo IPESA especialmente para a execução da construção dos biodigestores, também falou da experiência de integrar a equipe: ”Esse sistema é uma das melhores soluções para o tratamento de esgoto onde não há saneamento, porque além de tratar ainda gera biogás, que podemos usar na cozinha. Isso sem falar que, depois do processo de tratamento do esgoto, ainda podemos usar a água como fertilizante. Sem dúvida é o melhor sistema, além do baixo custo. Eu aproveito ao máximo, uso o gás, o fertilizante e o lodo, como adubo”, disse.

E continuou: “A cartilha já era bem completa e assistindo o vídeo com a animação, não tem como errar. Qualquer pessoa consegue construir”, ressalta.

E foi justamente para que qualquer pessoa ou comunidade pudesse acessar e utilizar de maneira fácil, que o vídeo foi produzido no formato Tutorial. “Este vídeo tutorial é a concretização de uma vontade antiga de criar um produto audiovisual que possibilitasse a difusão e o acesso à produção dessas tecnologias de saneamento ecológico. O Brasil é um país gigantesco que tem grande carência de soluções de tratamento de esgoto, principalmente nas áreas rurais. Esperamos que esse seja apenas o primeiro de uma série de vídeos que mostre, na prática, a execução dessas soluções,”, disseCaio Ferraz, diretor da Meridiano Filmes, empresa responsável pela produção do material.

O que é um Biodigestor?

O Biodigestor é um sistema de tratamento de águas servidas que atua por meio da decomposição da matéria orgânica em ambiente anaeróbio (sem oxigênio). Ele gera biogás que pode ser utilizado como fonte de calor, combustível e energia. Os biodigestores podem ser projetados para tratamento de efluentes humanos e animais em larga escala, em zonas urbanas e rurais. Aqui, apresentamos um sistema unifamiliar, projetado para atender as águas servidas de uma família de 04 a 05 pessoas, ou apenas de águas pretas para cerca de 10 pessoas.

Vantagens na construção do equipamento

  • A manutenção do sistema é mínima; 
  • A estrutura é permanente e funciona por equilíbrio hidráulico, não demandando manejo para destinação das águas; 
  • A água sai tratada com diversos micronutrientes disponíveis para a irrigação de frutíferas, otimizando o trabalho de adubação e irrigação em pomares;
  • As plantas produzidas na caixa de compensação devem ser podadas periodicamente. O produto dessa poda é excelente fonte de biomassa para cobertura de solo, compostagem, ou alimentação animal; 
  • Não precisa de reforma na estrutura do banheiro já existente e não demanda alterações no hábito de utilização;
  • O biogás pode ser utilizado de diversos modos, como na utilização do gás convencional de cozinha. Para uma família de 5 pessoas, por exemplo, pode gerar economia de até 4 botijões de gás por ano.

Sobre o Ipesa – O IPESA – Instituto de Projetos e Pesquisas Socioambientais – é uma Organização Não Governamental focada na realização de ações que visam à preservação ambiental e o desenvolvimento social sustentável. Tem como missão incentivar a preservação e o uso equilibrado do meio ambiente, bem como a inclusão social, compartilhando conhecimentos e sensibilizando a sociedade sobre novas alternativas de vida mais integradas ao meio e com respeito ao próximo. https://ipesa.org.br/

Compartilhe:

Live Disponível – Biodigestores Construídos com Materiais Alternativos

Após a fantástica live Reservatórios construídos com materiais alternativos, realizada pelo Profº Márcio Andrade, a Fluxus convidou-o para dar continuidade a esta linha, mas com um novo tema: “Biodigestores construídos com materiais alternativos”.

Para quem não pôde acompanhar ao vivo esta partilha de conhecimentos profundos, a live esta disponível no canal da Fluxus e a apresentação na biblioteca de nosso site. Foram 2 horas de apresentação, na qual o professor mostrou uma série de técnicas com materiais diversos, como madeira, ardósia, placas metálicas, entre outro, além de trazer uma explanação sobre estudos e práticas diversas sobre o tema.

Confira abaixo os links para a live e para a apresentação:

. Live Reservatórios construídos com materiais alternativos: https://www.youtube.com/watch?v=whjL1x4VBZY

. Slides apresentados na live: http://fluxus.eco.br/biblioteca/#apresentaes

Aproveite e compartilhe este material!

Compartilhe:

Canal no YouTube + novo curso: Biodigestores – teoria e prática (03 e 04/Nov)

Muitas atividades aconteceram durante o período em que estivemos com o antigo blog fora do ar, enquanto construíamos o novo site da Fluxus. Uma delas foi o curso Biodigestores – teoria e prática, que aconteceu pela primeira vez no Espaço Almagestum, em Pedra Bela/SP – onde tenho dedicado bastante energia para levar adiante a implantação de tecnologias apropriadas não-convencionais, inseridas dentro de um plano de design em permacultura. O trabalho é lento, mas já gera bons frutos, e ótimas experiências!

À medida em que desenvolvemos essa aplicação no Espaço, sentimos o desejo de levar parte dessas tecnologias para nosso entorno, o que nos motivou a oferecer, em forma de curso, a construção de um biodigestor unifamiliar na residência de uma família vizinha ao espaço. Diante do sucesso do encontro decidimos repetir a dose num curso que vai acontecer durante os dias 03 e 04/Novembro, em outra residência vizinha. Os detalhes estão todos na página do Espaço Almagestum, onde as inscrições são feitas. Já preenchemos 14 das 20 vagas disponíveis, então se você quer aprender a usar o biodigestor como um elemento para reciclagem de nutrientes, purificação de águas servidas, e produção de gás em pequena escala a partir do seu esgoto, ou mesmo dos seus resíduos orgânicos, te convido a participar deste curso!

Veja as fotos do curso anterior em http://www.almagestum.pro.br/single-post/2017/09/06/Imagens-do-curso-Biodigestores-teoria-e-pr%C3%A1tica—Set2017

Se você ainda não sabe muito bem o que é um biodigestor, como ele funciona, ou de que forma pode ser inserido de forma produtiva em sua moradia, ou quiçá em seu empreendimento, com certeza vai tomar proveito do vídeo que colocamos em nosso novo canal no YouTube, “Esgoto como Fonte de Recursos”.

Disponível em português, ou dublado em inglês (num generoso apoio dos parceiros do Agroecoweb), o vídeo trata, em cerca de 40 minutos, de uma abordagem permacultural para as águas servidas residenciais, aquelas a que chamamos de “esgoto”, requalificando-a como uma fonte generosa de nutrientes, energia, e sim, de água limpa.

CURSO: Biodigestores – teoria e prática
QUANDO: 03 e 04/NOv/2017
ONDE: Espaço Almagestum, em Pedra Bela/SP
COM Guilherme Castagna, engenheiro civil e permacultor, sócio-fundador da Fluxus Design Ecológico
MAIS informações e inscrições: https://goo.gl/g3KnVL

Com mais boas novidades em breve!

Por todas nossas relações, Guilherme

Compartilhe:

Nova turma do curso Esgoto como fonte de recursos – atualização da agenda 2017

Caros amigos, em função da grande procura pelo curso “Esgoto como fonte de recursos” decidimos abrir uma nova turma nos dias 01 e 02/Julho.

Saiba mais em www.almagestum.pro.br, ou na página do evento no facebook, em https://www.facebook.com/events/1251701788280551/

Nossa agenda de cursos para 2017 ficou assim:

21 a 23/Abril: Manejo Integrado de água no Sítio Humanaterra

15 a 17/Junho: Criando paisagens produtivas com água de chuva, no Espaço Almagestum

01 e 02/Julho: Esgoto como fonte de recursos, no Espaço Almagestum

02 a 05/Novembro: Manejo Integrado de Água – curso estendido!, no Espaço Almagestum

Espero ver muitos de vocês em um ou mais destes!

Compartilhe:

Curso teórico prático de Biodigestores e Biossistemas Integrados com Valmir Fachini

Car@s amig@s, acreditamos que uma verdadeira revolução no modus operandi de nossa sociedade só acontecerá através da Educação, num formato que sensibilize e una prática e teoria em abordagens sistêmicas. Assim, dedicados que somos a alterar de forma profunda a relação da sociedade com a Água, passaremos a oferecer cursos teórico-práticos, por instrutores projetistas da Fluxus, ou de parceiros competentes, sobre os temas que nos são caros. Para abrir com chave de ouro, teremos o enorme prazer de realizar nosso primeiro curso com a presença e coordenação do grande Mestre Valmir Fachini, fundador do OIA (O Instituto Ambiental), instituição pioneira na implantação de Biossistemas Integrados no país, com algumas centenas de projetos executados no Brasil e em toda América Latina. O curso acontece em um sítio familiar na agradável cidade de Pedra Bela, a 120km de São Paulo, situada no início da Serra da Mantiqueira, próximo à Bragança Paulista. Seja para tratar esgoto domiciliar, resíduos orgânicos ou mesmo efluentes de porcos (considerando que a região é o maior polo produtor de suínos do estado), o biodigestor é uma proposta muito valiosa de tratamento preliminar, e que se integra perfeitamente à proposta dos Biossistemas Integrados.

Biossistema Integrado é um conceito inovador que utiliza efluentes domésticos, de produção animal, e resíduos da agricultura, como fonte de produção de biogás e nutrientes, onde a água tratada é um subproduto do processo. O biodigestor é o primeiro elemento do biossistema, onde o efluente bruto é recebido e transformado em biogás e a matéria orgânica é transformada em nutrientes mineralizados, apropriados para aplicação agrícola, ou para reciclagem com produção de biomassa vegetal, que pode ser utilizada para produção de ração animal, cobertura de solo, compostagem, e uma infinidade de outros usos. Teremos trechos de teoria, exposições de fotos, estudos de caso e muita prática, com a construção de um biodigestor em alvenaria. Se você quer aprender sobre biodigestores, essa é a hora!

Sobre o facilitador: Valmir Fachini é co-fundador do O Instituto Ambiental (OIA), tem mais de 20 anos de experiência prática, da construção dos conhecidos biodigestores para comunidades de baixa renda em Petrópolis, à consultoria para o maior sistema de wetlands (zonas de raízes) implantado na América do Sul, atendendo 80.000 pessoas em Araruama/RJ. Vive desde 2010 no Haiti, onde tem trabalhado desde o terremoto que assolou o país em parceria com a Viva Rio na difusão da tecnologia dos Biossistemas Integrados.

Mais infos em: bit.ly/biodigestores

Prestigie, e compartilhe em suas redes!

Próximos cursos:

22 e 26 Abril: captação de água de chuva com Leonardo Tannous, em São Paulo/SP

10 e 11 Maio: telhado verde com Felipe Pinheiro e Peter Webb, em São Paulo/SP

23 e 24 Maio: energias renováveis e confecção de lâmpadas LED de baixo custo com Nilson Dias, em Pedra Bela/SP

Compartilhe:

Portfolio Items