Fluxus, IPESA e Meridiano Filmes lançam vídeo educativo que ensina comunidades a construírem biodigestores

Produção ensina passo a passo desta tecnologia que trata esgoto e produz biogás

Para dar mais autonomia a comunidades sem atendimento de sistemas de tratamento de esgoto, de áreas rurais e urbanas, o IPESA –  Instituto de Projetos e Pesquisas Socioambientais – acaba de lançar  um vídeo educativo em que apresenta em detalhes a metodologia para a construção de biodigestores.

O material, produzido em parceria com a Fluxus Design Ecológico, a Meridiano Filmes e o Instituto Camargo Corrêa, busca democratizar essa tecnologia social acessível e de fácil construção.  “Precisamos de soluções que beneficiem comunidades isoladas, onde mesmo com esforço dos governos o sistema público de tratamento de esgoto não chega. O sistema permite também uma importante economia na compra de gás de cozinha”, diz Paola Samora, presidenta e fundadora do IPESA.

Conforme explicou Paola, o vídeo complementa a cartilha “Manejo da Água” produzida com a mesma finalidade. “Trata-se de um guia prático ilustrado que apresenta formas inteligentes de lidar com a água em nossas moradias, com especial atenção às tecnologias de purificação de águas servidas, que transformam o esgoto em fonte de recursos”, explica.

OS PARCEIROS

O engenheiro e permacultor Guilherme Castagna, da Fluxus Design Ecológico, parceiro do IPESA, foi responsável por desenvolver o sistema no projeto “Manejo da Água” e lembra que o  acesso à água de qualidade para todos continua sendo um desafio no Brasil. “Apesar de 75% do planeta Terra ser constituído por água, 97% dela não pode ser consumida por ser salgada e o restante ou está congelada ou  concentrada no subsolo. Isso significa que os reservatórios que abastecem residências, indústria e agricultura correspondem a menos de 1% do total, sobrando pouco para consumo próprio”, complementa.

Segundo a Agência Nacional de Águas (ANA), mais de 35 milhões de pessoas ainda não têm acesso à água tratada e há uma perda média de 37% no sistema de abastecimento.

Miro de Oliveira, pedreiro capacitado pelo IPESA especialmente para a execução da construção dos biodigestores, também falou da experiência de integrar a equipe: ”Esse sistema é uma das melhores soluções para o tratamento de esgoto onde não há saneamento, porque além de tratar ainda gera biogás, que podemos usar na cozinha. Isso sem falar que, depois do processo de tratamento do esgoto, ainda podemos usar a água como fertilizante. Sem dúvida é o melhor sistema, além do baixo custo. Eu aproveito ao máximo, uso o gás, o fertilizante e o lodo, como adubo”, disse.

E continuou: “A cartilha já era bem completa e assistindo o vídeo com a animação, não tem como errar. Qualquer pessoa consegue construir”, ressalta.

E foi justamente para que qualquer pessoa ou comunidade pudesse acessar e utilizar de maneira fácil, que o vídeo foi produzido no formato Tutorial. “Este vídeo tutorial é a concretização de uma vontade antiga de criar um produto audiovisual que possibilitasse a difusão e o acesso à produção dessas tecnologias de saneamento ecológico. O Brasil é um país gigantesco que tem grande carência de soluções de tratamento de esgoto, principalmente nas áreas rurais. Esperamos que esse seja apenas o primeiro de uma série de vídeos que mostre, na prática, a execução dessas soluções,”, disseCaio Ferraz, diretor da Meridiano Filmes, empresa responsável pela produção do material.

O que é um Biodigestor?

O Biodigestor é um sistema de tratamento de águas servidas que atua por meio da decomposição da matéria orgânica em ambiente anaeróbio (sem oxigênio). Ele gera biogás que pode ser utilizado como fonte de calor, combustível e energia. Os biodigestores podem ser projetados para tratamento de efluentes humanos e animais em larga escala, em zonas urbanas e rurais. Aqui, apresentamos um sistema unifamiliar, projetado para atender as águas servidas de uma família de 04 a 05 pessoas, ou apenas de águas pretas para cerca de 10 pessoas.

Vantagens na construção do equipamento

  • A manutenção do sistema é mínima; 
  • A estrutura é permanente e funciona por equilíbrio hidráulico, não demandando manejo para destinação das águas; 
  • A água sai tratada com diversos micronutrientes disponíveis para a irrigação de frutíferas, otimizando o trabalho de adubação e irrigação em pomares;
  • As plantas produzidas na caixa de compensação devem ser podadas periodicamente. O produto dessa poda é excelente fonte de biomassa para cobertura de solo, compostagem, ou alimentação animal; 
  • Não precisa de reforma na estrutura do banheiro já existente e não demanda alterações no hábito de utilização;
  • O biogás pode ser utilizado de diversos modos, como na utilização do gás convencional de cozinha. Para uma família de 5 pessoas, por exemplo, pode gerar economia de até 4 botijões de gás por ano.

Sobre o Ipesa – O IPESA – Instituto de Projetos e Pesquisas Socioambientais – é uma Organização Não Governamental focada na realização de ações que visam à preservação ambiental e o desenvolvimento social sustentável. Tem como missão incentivar a preservação e o uso equilibrado do meio ambiente, bem como a inclusão social, compartilhando conhecimentos e sensibilizando a sociedade sobre novas alternativas de vida mais integradas ao meio e com respeito ao próximo. https://ipesa.org.br/

Compartilhe:

Formação de Saneamento Ecológico

Nessa Formação de Saneamento Ecológico será dada continuidade ao processo iniciado no Mês do Ambiente, pelo vereador de Florianópolis, Marquito, do Mandato Agroflorestal, onde se olhou para o saneamento como recurso, e não como despesa.

Duração: de Julho à Dezembro/21
Parte teórica: de Julho à Outubro/21
Parte prática: De Julho à Dezembro/21 – estão programadas 3 oficinas com implantação de diferentes sistemas ecológicos em territórios diferentes.

Programação Mês de Julho:
Introdução ao Saneamento Básico,Tipologias de Saneamento, sistemas descentralizados e ecológicos, ecologia, importância da água, águas negras e cinzas, zona de raízes, uso de materiais naturais (bambu/barro/plantas) e oficina na Aldeia Yakã Porã.

Venha construir soluções sanitárias e hídricas para nossos territórios.

. Datas: a formação este mês acontecerá nas sextas, dias 16 e 23 de Julho
. Horário: das 14h às 18h, pelo Zoom.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo link a seguir: https://bit.ly/saneamentoeco1607

Convidados:

Maria Elisa Magri
Engenheira Sanitarista, Dra. em engenharia ambiental pela UFSC, onde é professora e coordenadora da graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental.

Dalva Sofia Schuch
Formada em Engenharia Agronômica e mestre em Educação.

Gustavo Russo
Mestre em Design, graduado em Design Industrial e Desenho de produto, e pós-graduado em Design Gráfico e Estratégia.

Se inscreva e participe, as vagas são limitadas!

Compartilhe:

Seminário de Saneamento Ecológico

Para celebrar este ano o Mês do Ambiente, o vereador de Florianópolis, Marquito, do Mandato Agroecológico, está trazendo uma série de lives e atividades que abordam esta temática em diferentes áreas, que se correlacionam. O próximo evento será o Seminário Saneamento Ecológico, que acontecerá dia 11 de junho, das 13:00 às 16:00 h.

É possível universalizar o saneamento em Florianópolis e ao mesmo tempo preservar os mananciais? Este será o carro chefe das conversas!

No Seminário Saneamento Ecológico – sistemas de tratamentos descentralizados de efluentes, serão abordadas as possíveis soluções para a iminente crise sanitária e hídrica da cidade. O foco será a Florianópolis, mas esta crise é eminente em diversas cidades do país, senão na maioria.

Para isto, os convidados vão abordar experiências internacionais e nacionais de wetlands e diversos sistemas baseados na permacultura, assim como as necessidades, capacidades e potencialidades dessa alternativas no território brasileiro.

Convidados:

Maria Elisa Magri
Engenheira Sanitarista, Drª. em engenharia ambiental pela UFSC, onde é professora e coordenadora da graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental. Líder do Grupo de Pesquisas de Recuperação de Recursos em Sistemas de Saneamento, atua na área há 17 anos. Autora e editora de revistas científicas internacionais na área, propõe o saneamento ecológico como novo modelo para o acesso universal à água, alimentos e saúde.

Daniele Damasceno Silveira
Bióloga e Dra. em Engenharia Ambiental, é pesquisadora do Laboratório de Reuso das águas (LARA) – UFSC, parceiro em projetos internacionais com Portugal, França e Canadá. Atua há mais de 10 anos em Wetlands para o tratamento de efluentes domésticos.

Guilherme Castagna
Sócio-fundador da Fluxus Design Ecológico, onde elabora projetos inovadores de manejo de água. Engenheiro civil e permacultir, é autor de publicações técnicas e didáticas, e co-fundador e apoiador de ONG´s e iniciativas que visam a livre disseminação de conhecimento sobre o manejo inteligente de água no ambiente.

Dalva Sofia Schuch
Formada em Engenharia Agronômica e mestre em Educação. Na Universidade do Vale do Itajaí pesquisou e atuou nos temas de paisagismo funcional, jardins depuradores filtrantes, agricultura orgânica, compostagem, microbiologia de solos, recuperação de área degradada, resgate da biodiversidade, permacultura e educação ambiental.

Gustavo Russo
Mestre em Design, graduado em Design Industrial e Desenho de produto, e pós-graduado em Design Gráfico e Estratégia, Gustavo atua com Design e Meio Ambiente, Gestão de Marca, Projetos Gráficos de Sinalização, entre outros. Desenvolve projetos de design regenerativo para tratamento ecológico de efluentes domésticos tanto na pesquisa como na prática.

Para participar é necessário fazer a sua inscrição no link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfTOonGufeA4SZnKTzLJrrovRxvnSMLjrIJSvAQ61_axdkVRQ/viewform

Data: 11 de junho de 2021 (sexta-feira)
Horário: 13:00 às 16:00h
Local: transmitido pela TV Câmara de Florianópolis – https://www.youtube.com/c/CMFCanalOficial/videos

Participe e divulgue! As vagas são limitadas e será um evento incrível!

Veja abaixo os demais eventos que acontecerão na sequência:

Para acompanhar a programação, acesse as redes sociais do vereador Marquito:

Instagram: https://www.instagram.com/marquitovereamor/
Facebook: https://www.facebook.com/marquitovereamor/?ref=page_internal


Se envolva! Participe! Divulgue!

Compartilhe:

Live Disponível – Reservatórios construídos com materiais alternativos

Se você não conseguiu assistir a live “Reservatórios construídos com materiais alternativos”, que aconteceu na última quarta-feira, não se preocupe. Ela vai permanecer disponível no nosso canal do You Tube para que possa vê-la ou consultá-la quando quiser.

Foram 2 horas de conversa nas quais o professor Márcio Andrade trouxe uma série de explicações técnicas e didáticas, exemplos práticos, dicas e orientações, com base em anos de pesquisa e trabalho de campo. Um apanhado de informações único!

O professor também disponibilizou um arquivo para o dimensionamento de reservatórios de madeira e ardósia, que está disponível para download na biblioteca do nosso site, assim como os slides da apresentação, disponíveis na aba “apresentações” do site.

Confira abaixo os links para a live e para o download do material.

. Live Reservatórios construídos com materiais alternativos: https://www.youtube.com/watch?v=PBsTrF57QA8

. Dimensionamento de reservatórios de madeira e ardósia: http://fluxus.eco.br/biblioteca/#materiais-tcnicos

. Slides apresentados na live: http://fluxus.eco.br/biblioteca/#apresentaes

Aproveite todo este conhecimento compartilhado!

Compartilhe:

Reservatórios Construídos com Materiais Alternativos

Já pensou em construir reservatórios com placas de pedras ou em madeira com capacidade para 500.000 litros, executados em 2 dias? Ou mesmo torres e reservatórios em formatos não-convencionais, em ferrocimento e outras técnicas?

Então, vem com a gente nesta quarta, dia 05/maio!

A convite da Fluxus, o Prof. Márcio Andrade fará conosco uma viagem ao longo de seus mais de 30 anos de experiência projetando e construindo reservatórios em todo o Brasil, com materiais diversos, em projetos de escalas variadas – de comunidades tradicionais de agricultores do sertão à empreendimentos comerciais de grande porte.

Márcio Andrade é atualmente pesquisador no Laboratório de Análise Ambiental (LAAm) da UFSC. Atuou como Responsável Técnico pelo Projeto Ferrocimento (UFC), foi pesquisador do LabEEE (UFSC) e professor do Curso de Especialização em Educação do Campo e Desenvolvimento Territorial (UFSC).

A mediação será feita por Guilherme Castagna, da Fluxus.

Dia: 05/maio/2021, quarta-feira
Horário: 19:30 h (hora de Brasília, -3GMT)
Local: canal da Fluxus no YouTube – https://bit.ly/fluxus_youtube

Traga pipoca! E repasse para os amigos interessados!

Compartilhe:

Saberes em Prosa com CASA Brasil: Água em Comunidades (30/Jul, 14:30)

O CASA, Conselho de Assentamentos Sustentáveis da América Latina, é o braço latino americano da Rede Global de Ecovilas.

A sua representação no Brasil, o CASA Brasil, está iniciando uma série de encontros virtuais que buscam conectar as comunidades brasileiras para trocar informações sobre desafios e soluções relacionados a temas específicos (como água, plantio, conflitos, etc.). Os encontros acontecerão através da ferramenta Zoom.

Esses encontros terão duas horas de duração, tendo uma abordagem de um especialista na área, seguida de uma roda de conversa entre os participantes. O primeiro evento será sobre a Água, com o tema Água: Quais as necessidades e soluções das comunidades?.

Então, se você tem interesse em trocar informações e conhecimentos sobre necessidades e soluções relacionadas à água (captação, uso, técnicas de irrigação, etc.) no contexto das comunidades sustentáveis, se faz ou já fez parte de uma comunidade, sítio ou outro assentamento sustentável, ou se tem conhecimentos, dicas e curiosidade sobre o tema. Este encontro é pra você!

Data: 30/07 (quinta-feira)
Horário: das 14:30 às 16:30
Valor: Evento gratuito

Para participar é necessário:

Compartilhe:

Live – Gestão Integrada de Água para Projetos de Arquitetura Sustentável

A SustentArqui busca, através do seu site, Instagram, Facebook e outras plataformas, assim como eventos e cursos, levar idéias construtivas que visam promover a arquitetura e a construção sustentável. E, destro deste propósito, vem realizando uma série de lives para levar este tipo de conhecimento a um número cada vez maior de brasileiros, sempre reforçando e destacando os profissionais e trabalhos nacionais.

No dia 23 de junho, as 18:00 h, Guilherme Castagna é convidado para compartilhar um pouco dos seus conhecimentos sobre como incorporar conceitos de manejo integrado de água em projetos de arquitetura em qualquer escala, desde de pequenas residências até grande obras. A mediação será conduzida pela arquiteta Juliana Rangel.

A quem interessa esta live: estudantes ou profissionais de arquitetura, engenharia civil, hidráulica, saneamento, edificações ou qualquer outro ramo que esteja correlacionado com construção civil ou planejamento urbano, assim como para todos aqueles que se interessam por temáticas como arquitetura sustentável, cidades resilientes, soluções baseadas na natureza (SBN), sistemas urbanos de drenagem sustentável (SUDS), manejo integrado de águas e permacultura urbana.

Data: 23 de junho de 2020
Horário: 18:00 h
Local: Instagram da SustentArqui no link @sustentarqui
Evento gratuito

Compartilhe:

Tecnologia Flowforms® – Lançamento do Curta

A metamorfose é o princípio básico de desenvolvimento da vida. Nada na natureza é estático! Tudo está em constante processo de mutação e, assim, a vida se manifesta nas mais diversas formas e situações.

John Wilkes foi um professor, fenomenólogo e escultor que se interessou em observar e estudar as formas e movimentos da natureza viva e, com base em seus estudos e experiências criou as Flowforms®, uma ferramenta elegante que permite à água manifestar sua natureza rítmica, ajudando-a em sua capacidade de apoiar o desenvolvimento de todas as formas de vida.

No vídeo intitulado Tecnologia Flowform, realizado pela Meridiano Filmes, do Caio Ferraz e Paulo Plá (produtores de Entre Rios, Volume Vivo, e outros), é possível ter um vislumbre desse trajeto e compreender mais sobre esta tecnologia que permite que a água possa desenvolver todo seu potencial regenerador, autopurificante e promotor da vida. Quem traz os relatos e compartilha suas experiências é Paul van Dijk, aluno direto de John Wilkes.

Paul vem dando sequência aos trabalhos de John, ampliando as possibilidades de uso das Flowforms® e levando seus conhecimentos pelo mundo. Por intermédio da Fluxus e Curso do Rio, Paul esteve no Brasil em 2016, 2018, e 2019 e estará novamente em 2020, desta vez nos estados de SP e do RJ, compartilhando seus saberes com todos aqueles que se identificam com a compreensão de fenômenos da natureza, processos regenerativos e Soluções Baseadas na Natureza (SBN).

Fique ligado na agenda de atividades da Fluxus, em breve teremos novidades!

Confira o vídeo, logo abaixo!

 

Compartilhe:

Curso de Energias Renováveis e montagem de lâmpadas LED de baixo custo

Car@s amig@s,

No início do mês de Abril tivemos a grata oportunidade de aprender sobre a geração de biogás a partir do manejo de esgoto e de outras fontes de matéria orgânica, como plantas aquáticas, resíduos orgânicos e resíduos da produção animal, no curso de Biodigestores e Biossistemas Integrados conduzido por Valmir Fachini. Agora vamos aprofundar na temática das energias renováveis com a condução de Nilson Dias, gerente de projetos do Instituto Pindorama. Sob a perspectiva da permacultura, Nilson abordará estratégias para redução do consumo de energia elétrica, conduzirá oficinas práticas de montagem de lâmpadas LED (mais econômicas, duradouras e amigáveis do que lâmpadas frias ou incandescentes), oferecerá estratégias para solucionar questões de telefonia rural, e nos ensinará como avaliar fontes locais (eólica, solar e hidráulica) para produção de energia renovável, apropriadas a cada contexto, urbano ou rural.

Teremos trechos de teoria, exposições de fotos, estudos de caso e mão na massa, com a montagem e instalação de lâmpadas LED no local do curso, e montagem de um sistema de energia solar fotovoltaico demonstrativo.

Atenção! Não é necessário conhecimento prévio sobre elétrica ou eletrotécnica!

Apenas 15 vagas!

Quando:
24 e 25/Maio de 2014

Onde:
No Sítio Boas Novas, uma propriedade permacultural familiar em pleno processo de implantação na cidade de Pedra Bela, a 120km de São Paulo, situada no início da Serra da Mantiqueira, próximo à Bragança Paulista.

Sobre o facilitador:
fb ledsNilson Dias é Gerente de Projetos do Instituto Pindorama, Permacultor, graduado em Análise de Sistemas e com Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos. Técnico em eletrônica desde os 15 anos de idade, oferece cursos e oficinas sobre o tema pelo Brasil, incluindo o tema “energias renováveis” em Curso de Design em Permacultura (PDC) na Morada da Floresta (SP) e no Instituto Pindorama. Participou de vivências em locais de referência como Cal-Earth (Instituto criador do Superadobe na Califórnia), Navdanya com Vandana Shiva, e Satish Kumar em Dehradun.

 

 

 

Inclui:
Certificado, alimentação, e hospedagem em quartos coletivos
(10 camas no local serão destinadas preferencialmente a gestantes e mulheres com crianças de colo, idosos ou portadores de necessidades especiais – traga seu colchonete e/ou saco de dormir)

Alguns Gb de informação (tragam seus HD’s e pen drives)

Investimento:
. preço cheio: R$390

. com desconto: R$350 ( disponível para moradores da região, professores da rede pública de ensino (infantil, fundamental e medio), maiores de sessenta anos, e para grupos a partir de 3 pessoas)

Formas de pagamento:
À vista ou em duas vezes.

+ Informações

Para numero da conta, e outros detalhes do curso: com Guilherme Castagna no endereço fluxus@designecologico.net, ou no fone (11) 98316-2647

 

Realização:
fluxus-final!p

 

 

Livraria Tapioca.Net

 

 

 

 

Apoio:

Compartilhe:

FLUXUS Abre vaga – Desenhista SketchUP

Car@s amig@s,
Fluxus Design Ecológico está divulgando vaga para possíveis interessados para integrar nossa equipe pontualmente para um projeto, podendo estender a uma relação de parceria para futuros trabalhos.
Nossa área de atuação: Projetos de engenharia voltados ao manejo integrado de água, segundo a visão da permacultura.

Abaixo seguem as informações sobre a vaga:

Buscamos um profissional com formação técnica, prática e/ou acadêmica para nos apoiar na elaboração de projeto na plataforma Sketchup, e que atenda os pré-requisitos abaixo: 

. SketchUP – Avançado;
. Hidráulica predial (teoria e/ou prática) – nível básico/intermediário;
. Informática: AutoCAD – nível básico/intermediário;
. Pratica diária de princípios mínimos de sustentabilidade;
. Perfil: pró-ativo, organizado, disposto a aprender, ensinar e a colaborar na melhoria contínua dos nossos processos, habilidade para lidar simultaneamente com diversos desenhos/projetos, e comunicativo(a), disposto(a) a desenvolver projetos que desafiam a lógica convencional de processos e materiais voltados a sustentabilidade – em ambientes urbanos e rurais – com foco em
soluções voltadas ao manejo integrado de Água, segundo a visão da Permacultura.

Desejável: 

. Conhecimentos de permacultura;
. Noções de hidrologia;
. More na região da Vila Madalena/Sumaré/Pompéia/Pinheiros/Lapa/Barra Funda ou imediações.

Disponibilidade: 

. Inicialmente de 3 a 5 vezes por semana, meio período (manhã preferencialmente), de acordo com o perfil e disponibilidade.

Contrato temporário para projeto específico, com término previsto para outubro, com possibilidade de incorporação do(a) contratado(a) como parceiro para futuros projetos da FLUXUS. 

Atividades: 

. Elaboração de pré-estudos e projetos técnicos no Sketchup e AutoCAD, com suporte técnico da equipe Fluxus;
. Possíveis visitas técnicas de acompanhamento de projetos;
. Estudos técnicos visando desenvolvimento de novas plataformas de ação em gestão integrada de água segundo a visão da Permacultura.

Local de trabalho: 

Escritório nas imediações da Rua Heitor Penteado (São Paulo), a poucas quadras do Metrô Vila Madalena, em escritório compartilhado, também sede da Livraria Tapioca.Net, com acesso a todo o acervo da livraria para estudos pessoais.

Os interessados devem enviar CV com referências para o endereço: fluxus@designecologico.net com o assunto “VAGA” até 30/Junho. Início previsto em JULHO.

Para conhecer um pouco mais de nossos trabalhos acesse as páginas a seguir:
http://www.fluxus.eco.br [2]
https://www.facebook.com/#!/pages/Fluxus-Design-Ecol%C3%B3gico/348851478464125?fref=ts [3]
http://www.archdaily.com/6700/harmonia-57-triptyque/ [4]
http://www.leonardofinotti.com/projects/pv-house [5]
http://pagina22.com.br/index.php/2012/10/mane-garrincha-na-frente-do-gol/ [6]
http://sustentabilidade.santander.com.br/biblioteca/Lists/Biblioteca/DispForm.aspx?ID=127 [7]

Atenciosamente


 

Compartilhe: