Lançamento da vídeo-aula de Aproveitamento de Água de Chuva no Dia da Água (22/Mar)

A Água é um presente do Céu à Terra. É ela que traz vida, movimento, fluidez, limpeza, abundância, conforto, leveza. Toda a Natureza celebra sua chegada, festeja com toda beleza que ela trás e se revigora!

Em tempos antigos, ou ainda hoje se considerarmos os povos mais ligados à terra, a chuva também era celebrada pelos humanos. Relacionavam as chuvas a divindades e cultuavam-nas. Tlaloc era o deus da chuva na cultura Asteca; Chi Sung Tzu estava presente na cultura chinesa; Agnikumara era quem controlava as chuvas para os povos hindus; os incas veneravam a Ilyapa e os maias, a Chiccan. Na Mesopotânia a deusa An era a criadora do universo e responsável pelas chuvas, para os Navarros o deus Tonenili controlava as chuvas e o deus Tienoltsodi distribuía esta água doce pela Terra. Estes são apenas alguns exemplos de centenas de deuses relacionados à chuva, mundo afora. 

Para os Navarros, um deus era responsável por distribuir a água pela Terra, isto reflete o quão importante era, para eles, esta distribuição, pois se ela fosse mal feita ocasionaria escassez e colocaria a todos em risco de morte. Os povos antigos, sabendo das dificuldades que uma eventual escassez de água traria, usavam estratégias para reter a água da chuva que lhes era ofertada pelos Céus. Como um presente, aquela água não poderia ser descartada ou simplesmente mandada embora – deveria ser valorizada e aproveitada ao máximo, com gratidão!

Cisterna em Jerusalém, cerca de 950 a. C.

No entanto, com o passar do tempo e o distanciamento do homem da Natureza, foi-se perdendo a noção da importância que a Água tem para nossas vidas. A Água deixou de ser percebida em seus ciclos e passou a ser notada apenas quando sai (ou deixa de sair) das torneiras. Passou a ser vista como algo trivial, não mais se reconhecendo o presente que ela é.

As cidades e as casas passaram a ser planejadas para mandar para longe a água da chuva, os rios foram cobertos e a água passou a ser algo distante da vida humana. O homem passou a se deparar com a água, no seu modo natural, apenas quando a chuva aparece, e a chuva passou a ser vista como um atrapalhamento, um desconforto. Os ciclos sumiram, as cidades secaram! Quem sabe se não são os deuses das chuvas tentando mostrar para nós, humanos, o valor que a água tem?

Se forem os deuses se manifestando, eles estão tendo bons resultados! Nos últimos anos a população, de modo geral, vem se atentando mais às questões que envolvem o cuidado e aproveitamento respeitoso das águas. O poder público vem, a passos lentos mas consistentes, liberando e incentivando a captação de água da chuva. O mundo vem percebendo a importância deste tema! E a Fluxus, há tempos, vem levantando esta bandeira!

E hoje, com grande alegria, trazemos mais uma iniciativa que nasce da parceria entre Guilherme Castagna e Caio Ferraz, o Instituto Nova Água

Já na sua inauguração um presente é trazido para todos nós: o vídeo “O que é preciso considerar para desenvolver um projeto de captação e aproveitamento de água de chuva” e uma cartilha chamada “Guia Prático para captação e aproveitamento de água de chuva”, que apoia o vídeo trazendo um aprofundamento teórico sobre dimensionamentos, equipamentos e assuntos necessários para se desenvolver um bom projeto.

Imagem ilustrativa do vídeo.

Com este material você vai aprender os princípios básicos para pensar um sistema de captação e aproveitamento de água de chuva. Vai ficar mais fácil entender a importância dos ciclos das chuvas na sua região, assim como conceitos sobre dimensionamento de cisterna e reservatório elevado, bombas, filtros e equipamentos de desinfecção; quais são as escolhas mais adequadas para cada caso, os cuidados necessários para que se tenha uma água de boa qualidade e, também, para que se faça um uso sem desperdício desta Água!

Agradecemos ao Sesc Vila Mariana pelo apoio e pela parceria! O vídeo foi produzido como parte da programação em Educação para Sustentabilidade do SESC Vila Mariana.

Acompanhe também os canais do Instituto Nova Água

Conheça mais sobre o trabalho de Caio Ferraz e da Meridiano Filmes

Feliz Dia Mundial da Água!

Compartilhe:

Permacultura, Água e Saneamento Ecológico

Neste encontro, os participantes são convidados a refletirem sobre a lógica da permacultura voltada ao tratamento de efluentes no meio rural e urbano, e ao uso racional da água. Com Adriana Galbiati e Guilherme Castagna. O evento é produzido pelo Sesc Birigui.

Adriana Farina Galbiati é engenheira ambiental, permacultora e mestre em tecnologias ambientais com o tema do saneamento focado em recursos. É membra da ONG Rizomar e da Comunidade Intencional Mauê. Ministra cursos de permacultura desde 2009 e é coautora do CATALOSAN – Catálogo de soluções sustentáveis em Saneamento, publicado pela FUNASA.

Guilherme Castagna é sócio fundador da Fluxus Design Ecológico e desde 2006 integra sua formação acadêmica como engenheiro civil à visão sistêmica da permacultura na elaboração de projetos de sistemas inovadores de manejo integrado de água.

Evento gratuito!

Local: Zoom Metting, online

Duração: 120 minutos

Data: 9/03/2022 (quarta-feira)

Horário: 19:00

Inscrições

Até 07/03 às 23h59 ou enquanto houver vagas disponíveis.
Limite de uma inscrição por pessoa
Inscreva-se em: https://inscricoes.sescsp.org.br/online/#/inscricao?unidades=85

Esperamos você!

Compartilhe:

Diálogos ODS – 3ª edição

A AFAC – Organização Social de Cultura por meio da Prefeitura de São José dos Campos através do Parque Vicentina Aranha, em parceria com a ABRAPS – Associação Brasileira dos Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável realizam de 21 a 23 de outubro a terceira edição do Diálogos ODS.

Sob o tema ODS nas Empresas, a 3a edição do Diálogos propõe um bate-papo com gestores de grandes e pequenas empresas, para comentarem os desafios de implementar os investimentos de impacto. Com base nessa perspectiva, ampliar a informação sobre os ODS e as questões mundiais a eles relacionados é o foco principal, no entanto, somente com o engajamento e a participação efetiva da sociedade civil, o estímulo do envolvimento de líderes empresariais e de gestores públicos, seremos capazes de restaurar a nossa humanidade e a integridade do nosso patrimônio comum: o planeta Terra.

A Fluxus estará presente na sexta-feira, dia 22/10, às 15 h, por meio de Guilherme Castagna, junto a outros nomes: Beatris Codas e Mario S. Sóleo Scalambrino, sob mediação de Carina Chaves.

Veja a programação:

21/10 – Quinta
. Diversidade e inclusão nas empresas, às 19:00 h

22/10 – Sexta
. Oficina de aromaterapia, às 10:30 h
. Empresas inovadoras e sustentáveis transformando nossas cidades, às 15:00 h

23/10 – Sábado
. Cases de sucesso: ODS nas empresas, às 10:30 h

A programação poderá ser acompanhada na redes sociais do Parque Vicentino Aranha:
. You tube: https://www.youtube.com/c/parquevicentina/videos
. Facebook: https://www.facebook.com/parquevicentinaaranha

Para ter mais informações sobre o evento, a programação e os convidados, acesse https://drive.google.com/file/d/1zefoTwp4VqrEOibEOmSndhpGH0N1JNM4/view

Nos vemos lá!

Compartilhe:

Games de Impacto: Cuidando das Águas

A Vila dos Games é uma comunidade de criadores de games, que promove experiências gamificadas únicas e transformadoras.

Guilherme Castagna, junto à artista Floriana Breyer, foram convidados para participar da live Café sem Filtro, sobre o tema: Games de Impacto: Cuidando das Águas. Juntos, vão propor estratégias sobre como podemos cocriar novas formas de sensibilização e engajamento com o cuidado das águas!

Quem são

. Floriana é investigadora das artes de tocar o coração das pessoas, amantes das águas, das matas e dos povos. Artista plástica, palhaça, facilitadora de processos coletivos, gestora de comunidades de aprendizagem, de projetos socioambientais e articuladora de ecossistemas colaborativos e regenerativos.

. Guilherme é sócio-fundador da Fluxus Design Ecológico, desde 2006 integra sua formação acadêmica como engenheiro civil à visão sistêmica da permacultura na elaboração de projetos de sistemas inovadores de manejo integrado de água. É autor de publicações técnicas e didáticas, incluindo material audiovisual para o público leigo. É co-fundador e apoiador de ONGs.

Se programe para não perder este encontro!

Dia: 23/08/2021 (segunda-feira)
Horário: 18:00 horas
Local: no Instagram da Vila dos Games – https://instagram.com/vila_dos_games?utm_medium=copy_link

Traga seu café, torradas e ideias… vamos conversar!

Compartilhe:

Formação de Saneamento Ecológico

Nessa Formação de Saneamento Ecológico será dada continuidade ao processo iniciado no Mês do Ambiente, pelo vereador de Florianópolis, Marquito, do Mandato Agroflorestal, onde se olhou para o saneamento como recurso, e não como despesa.

Duração: de Julho à Dezembro/21
Parte teórica: de Julho à Outubro/21
Parte prática: De Julho à Dezembro/21 – estão programadas 3 oficinas com implantação de diferentes sistemas ecológicos em territórios diferentes.

Programação Mês de Julho:
Introdução ao Saneamento Básico,Tipologias de Saneamento, sistemas descentralizados e ecológicos, ecologia, importância da água, águas negras e cinzas, zona de raízes, uso de materiais naturais (bambu/barro/plantas) e oficina na Aldeia Yakã Porã.

Venha construir soluções sanitárias e hídricas para nossos territórios.

. Datas: a formação este mês acontecerá nas sextas, dias 16 e 23 de Julho
. Horário: das 14h às 18h, pelo Zoom.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo link a seguir: https://bit.ly/saneamentoeco1607

Convidados:

Maria Elisa Magri
Engenheira Sanitarista, Dra. em engenharia ambiental pela UFSC, onde é professora e coordenadora da graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental.

Dalva Sofia Schuch
Formada em Engenharia Agronômica e mestre em Educação.

Gustavo Russo
Mestre em Design, graduado em Design Industrial e Desenho de produto, e pós-graduado em Design Gráfico e Estratégia.

Se inscreva e participe, as vagas são limitadas!

Compartilhe:

Water Innovation Lab – Laboratório de Inovação da Água

Já ouviu falar o WIL Brasil? É o Water Innovation Lab, com sua 5ª edição no Brasil.

Este evento é voltado para jovens que se dedicam às Águas, uma oportunidade ímpar para se desenvolver, desenvolver seu projeto e ampliar sua rede. Como explica no próprio site da organização, “o WIL oferece ferramentas para a próxima geração de jovens líderes, possibilitando um ambiente de cocriação de inovações para os desafios da água e saneamento.

Uma jornada de conhecimento, aprendizagem e ação!

Aprendendo habilidades de liderança e cooperação , ação local e rede global, arte, tecnologia, articulação, engajamento, atuação multisetorial, prototipagem, mentorias, inovação e muito mais.

Se esta proposta te interessa, ou se você alguém que possa se interessar, saiba que a inscrição vai até domingo, 27 de junho.

Saiba mais e faça a inscrição em: http://waterlution.org/brasil/
Prazo para a inscrição: 27 de junho de 2021

Bora criar um futuro mais saudável e eficiente para as águas!

Compartilhe:

Seminário de Saneamento Ecológico

Para celebrar este ano o Mês do Ambiente, o vereador de Florianópolis, Marquito, do Mandato Agroecológico, está trazendo uma série de lives e atividades que abordam esta temática em diferentes áreas, que se correlacionam. O próximo evento será o Seminário Saneamento Ecológico, que acontecerá dia 11 de junho, das 13:00 às 16:00 h.

É possível universalizar o saneamento em Florianópolis e ao mesmo tempo preservar os mananciais? Este será o carro chefe das conversas!

No Seminário Saneamento Ecológico – sistemas de tratamentos descentralizados de efluentes, serão abordadas as possíveis soluções para a iminente crise sanitária e hídrica da cidade. O foco será a Florianópolis, mas esta crise é eminente em diversas cidades do país, senão na maioria.

Para isto, os convidados vão abordar experiências internacionais e nacionais de wetlands e diversos sistemas baseados na permacultura, assim como as necessidades, capacidades e potencialidades dessa alternativas no território brasileiro.

Convidados:

Maria Elisa Magri
Engenheira Sanitarista, Drª. em engenharia ambiental pela UFSC, onde é professora e coordenadora da graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental. Líder do Grupo de Pesquisas de Recuperação de Recursos em Sistemas de Saneamento, atua na área há 17 anos. Autora e editora de revistas científicas internacionais na área, propõe o saneamento ecológico como novo modelo para o acesso universal à água, alimentos e saúde.

Daniele Damasceno Silveira
Bióloga e Dra. em Engenharia Ambiental, é pesquisadora do Laboratório de Reuso das águas (LARA) – UFSC, parceiro em projetos internacionais com Portugal, França e Canadá. Atua há mais de 10 anos em Wetlands para o tratamento de efluentes domésticos.

Guilherme Castagna
Sócio-fundador da Fluxus Design Ecológico, onde elabora projetos inovadores de manejo de água. Engenheiro civil e permacultir, é autor de publicações técnicas e didáticas, e co-fundador e apoiador de ONG´s e iniciativas que visam a livre disseminação de conhecimento sobre o manejo inteligente de água no ambiente.

Dalva Sofia Schuch
Formada em Engenharia Agronômica e mestre em Educação. Na Universidade do Vale do Itajaí pesquisou e atuou nos temas de paisagismo funcional, jardins depuradores filtrantes, agricultura orgânica, compostagem, microbiologia de solos, recuperação de área degradada, resgate da biodiversidade, permacultura e educação ambiental.

Gustavo Russo
Mestre em Design, graduado em Design Industrial e Desenho de produto, e pós-graduado em Design Gráfico e Estratégia, Gustavo atua com Design e Meio Ambiente, Gestão de Marca, Projetos Gráficos de Sinalização, entre outros. Desenvolve projetos de design regenerativo para tratamento ecológico de efluentes domésticos tanto na pesquisa como na prática.

Para participar é necessário fazer a sua inscrição no link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfTOonGufeA4SZnKTzLJrrovRxvnSMLjrIJSvAQ61_axdkVRQ/viewform

Data: 11 de junho de 2021 (sexta-feira)
Horário: 13:00 às 16:00h
Local: transmitido pela TV Câmara de Florianópolis – https://www.youtube.com/c/CMFCanalOficial/videos

Participe e divulgue! As vagas são limitadas e será um evento incrível!

Veja abaixo os demais eventos que acontecerão na sequência:

Para acompanhar a programação, acesse as redes sociais do vereador Marquito:

Instagram: https://www.instagram.com/marquitovereamor/
Facebook: https://www.facebook.com/marquitovereamor/?ref=page_internal


Se envolva! Participe! Divulgue!

Compartilhe:

Live Disponível – Biodigestores Construídos com Materiais Alternativos

Após a fantástica live Reservatórios construídos com materiais alternativos, realizada pelo Profº Márcio Andrade, a Fluxus convidou-o para dar continuidade a esta linha, mas com um novo tema: “Biodigestores construídos com materiais alternativos”.

Para quem não pôde acompanhar ao vivo esta partilha de conhecimentos profundos, a live esta disponível no canal da Fluxus e a apresentação na biblioteca de nosso site. Foram 2 horas de apresentação, na qual o professor mostrou uma série de técnicas com materiais diversos, como madeira, ardósia, placas metálicas, entre outro, além de trazer uma explanação sobre estudos e práticas diversas sobre o tema.

Confira abaixo os links para a live e para a apresentação:

. Live Reservatórios construídos com materiais alternativos: https://www.youtube.com/watch?v=whjL1x4VBZY

. Slides apresentados na live: http://fluxus.eco.br/biblioteca/#apresentaes

Aproveite e compartilhe este material!

Compartilhe:

Lab Jovens

Nós, da Fluxus, nos encantamos com a iniciativa do Lab Jovens. Apoiamos e incentivamos todas iniciativas que promovam um futuro (e um presente) no qual os jovens são atores no cuidado e preservação ambiental!

Abaixo, o texto de divulgação do evento:

Prêmios, oficinas e mentorias para jovens brasileiros 

Já estão abertas as inscrições para o Lab Jovens, um projeto inovador que prepara a construção de uma rede nacional permanente de jovens ativistas do meio ambiente. O combate à poluição das águas e a luta contra os microplásticos é o tema do programa deste ano, organizado por um grupo de entidades brasileiras e internacionais.

O Lab Jovens é gratuito e aberto a jovens de 18 a 26 anos que participarão de webinários, oficinas e encontros orientados para o desenvolvimento de projetos que poderão sair do papel e ganhar mares e rios, Brasil afora. A L’Oréal, a Delegação da União Europeia e a Embaixada da França irão financiar iniciativas desenvolvidas durante o Lab Jovens com um fundo semente de até 5 mil reais para cada uma.

Inscrições abertas até o dia 10 de junho – O LAB Jovens acolherá até 200 participantes na primeira etapa, que prevê uma série de eventos sobre a poluição e a proteção dos rios e oceanos. Nas etapas seguintes, que se estendem até o fim do ano, os novos ativistas aprenderão como planejar e colocar em prática um projeto, como buscar financiamento e defender sua ideia em público. O LAB Jovens capacitará os participantes, fornecendo as ferramentas e o acompanhamento necessários, com apoio de mentores, troca de experiências e criação de uma comunidade de jovens ativistas. Essa comunidade já começa a se reunir no perfil @labjovens no Instagram. As inscrições podem ser feitas pelo site: debatesideias.com.br/labjovens

Campos de atuação – O LAB Jovens celebrará a diversidade de atuação, e apoiará e premiará projetos e iniciativas que abordam o ativismo sob diferentes perspectivas – comunitária, científica, artística, jornalística e internacional.

Inovador no formato e ambicioso quanto aos resultados, esse projeto vem atender a uma urgência que se impõe atualmente. 70% da superfície de nosso planeta é coberta pelos oceanos que são responsáveis por, pelo menos, 50% de nosso oxigênio produzido na Terra. Entretanto, 40% dos oceanos são considerados fortemente afetados pela atividade humana. O Lab Jovens acredita que a criação de uma rede permanente de jovens ativistas pode mudar isso por meio da conscientização e da ação.

Coletivo de organizadores:

● Embaixada da França;

● Câmara de Comércio França Brasil;

● Delegação da União Europeia no Brasil;

● Fondation Tara Océan;

● Fundo Casa Socioambiental;

● Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento – IRD;

● Instituto Serrapilheira;

● Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente;

● UNESCO Brasil.

O LAB Jovens faz parte do projeto mais amplo, o FrancEcoLab Brasil, que visa sensibilizar escolas e jovens ativistas sobre o meio ambiente. Este ano, mais de 3.500 alunos de 50 escolas de todo o Brasil – do ensino fundamental ao médio – estão trabalhando conteúdos sobre a preservação do planeta e seus ecossistemas. A eles, se juntam agora os 200 jovens do LAB Jovens.

Inscreva-se: http://debatesideias.com.br/labjovens/

Se você se enquadra no perfil ou conhece algum jovem que se enquadre, faça parte deste movimento, participando ou divulgado!

Compartilhe:

Reservatórios Construídos com Materiais Alternativos

Já pensou em construir reservatórios com placas de pedras ou em madeira com capacidade para 500.000 litros, executados em 2 dias? Ou mesmo torres e reservatórios em formatos não-convencionais, em ferrocimento e outras técnicas?

Então, vem com a gente nesta quarta, dia 05/maio!

A convite da Fluxus, o Prof. Márcio Andrade fará conosco uma viagem ao longo de seus mais de 30 anos de experiência projetando e construindo reservatórios em todo o Brasil, com materiais diversos, em projetos de escalas variadas – de comunidades tradicionais de agricultores do sertão à empreendimentos comerciais de grande porte.

Márcio Andrade é atualmente pesquisador no Laboratório de Análise Ambiental (LAAm) da UFSC. Atuou como Responsável Técnico pelo Projeto Ferrocimento (UFC), foi pesquisador do LabEEE (UFSC) e professor do Curso de Especialização em Educação do Campo e Desenvolvimento Territorial (UFSC).

A mediação será feita por Guilherme Castagna, da Fluxus.

Dia: 05/maio/2021, quarta-feira
Horário: 19:30 h (hora de Brasília, -3GMT)
Local: canal da Fluxus no YouTube – https://bit.ly/fluxus_youtube

Traga pipoca! E repasse para os amigos interessados!

Compartilhe: